Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Austeridade para chegar ao final do ano com as contas em dia

Confira!

Publicada em: 12/09/2017 às 14:45

Nenhum centavo além das despesas estritamente necessárias para que a Administração Municipal funcione sem prejuízos para a população, economia em todos os setores. Esse foi um dos pedidos feitos pelo prefeito Marcelo Puppi, aos seus secretários e demais auxiliares diretos, na reunião desta terça-feira (12), no gabinete do Governo Municipal. “Temos, nos próximos três meses, que pagar R$ 60 milhões em salários dos servidores públicos, e isso inclui todos os atrasados”, disse o prefeito.

 

Marcelo lembrou que o País atravessa a sua mais profunda crise econômica e política, e que muitos municípios não vão conseguir pagar os salários dos seus servidores. “Campo Largo vai pagar tudo, inclusive os atrasados de outras gestões, sem prejuízos à Saúde e à Educação. Fomos felizes no contingenciamento feito no início do ano, mas é preciso continuar economizando”, explicou ele, destacando a importância de todos cumprirem as metas, e enaltecendo o comprometimento de cada um com a Administração Municipal e com o cidadão campo-larguense.

 

 

Economia

O prefeito elogiou o trabalho de todos os que estiveram direta e indiretamente envolvidos na organização da parada de Sete de Setembro, em comemoração à Independência do Brasil. “Foi a maior festa cívica da História de Campo Largo, e isso nos orgulha muito. Administrar é liderar, é falar a linguagem do povo, e quero que cada um de nós nos mantenhamos assim, no foco”, disse ele.

 

Sobre as obras que a Prefeitura Municipal está realizando e ações como o kit de uniformes entregues a todas as crianças matriculadas na Rede Municipal de Ensino, Marcelo adiantou que não é possível agradar a todos, que sempre vai haver alguém insatisfeito, mas destacou a importância da economia com a qual toda a sua Administração está empenhada. “Não só nós – disse ele - mas também os vereadores, a Câmara Municipal, que vai devolver, no final do ano, recursos importantes que foram economizados naquele Poder e que são muito importantes para que o Executivo possa continuar investindo em obras, em melhorias para toda a população”.

 

O prefeito destacou, ainda as negociações que Campo Largo está desenvolvendo junto à Sanepar, para garantir retorno para o Município, dessa importante concessão de serviço público. Disse que Campo Largo está pedindo à Sanepar, contrapartidas importantes, como o Parque Passaúna e a criação de um Fundo Municipal, que vai gerir algo em torno de R$ 1,8 milhão por ano, em benefícios para a cidade.

 

Foto Legenda – Reunião semanal na qual o prefeito Marcelo Puppi cobrou austeridade e foco à sua equipe

Notícias na mesma categoria

Tiro de Guerra de Campo Largo finaliza sua Campanha do Agasalho
Protocolo da Prefeitura não fecha no horário de almoço
Dificuldade de tráfego na Estrada do Cerne prejudica aulas no Interior
Prefeitura abre duas vagas para a Central de Luto (Servidor Público)
Prefeitura Municipal de Campo Largo não terá expediente nesta sexta-feira (1º)