Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Autorizada a seleção do projeto para construir 416 casas em Campo Largo

Confira!

Publicada em: 08/11/2017 às 17:11

A Companhia  de Habitação do Paraná – Cohapar, deu início à seleção do projeto habitacional Residencial Campo Largo I, para a construção das primeiras 416 casas na cidade. A autorização para o início do processo foi comunicada ao prefeito Marcelo Puppi, pelo o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, na tarde de terça-feira (07), o qual destacou a importância da liberação do montante de R$ 32 milhões, para o Município, que terá um dos  maiores conjuntos residenciais do Estado.

 

 

 

As residências que serão construídas em Campo Largo, são da Classe “Um” do Minha Casa Minha Vida, para famílias com renda de até R$ 1.800,00 mil, com recursos do Fundo de Arendamento Residencial – FAR, do Ministério das Cidades. O prefeito Marcelo Puppi agradeceu a atenção do Governo do Estado, através da Cohapar, e do Goverbo Federal,  e disse que fará o possivel para liberar, em nível municipal, todas as autorizações para o início das obras, o quanto antes. Em 30 dias tudo deverá estar pronto para isso, inclusive a questão legal, junto à Câmara Municipal.

  

 

Desenvolvimento

O prefeito Marcelo Puoppi destacou as boas notícias que Campo Largo passa a receber e comemorar, a começar pela autorização para a construção desta primeira etapa de obras da Cohapar, para beneficiar as famílias mais carentes do Município. “Teremos, nos próximos meses, outras notícias importantes, na área habitacional, para os campo-larguenses”, adiantou, falando inclusive sobre a liberação das licenças, junto ao Governo do Estado, para o início das obras do condomínio AlphaVile.

 

“De um déficit orçamentário de R$ 50 milhões, ao assumirmos o Governo, nós chegamos ao final do ano com o déficit zerado, todas as contas pagas e estamos conquistando uma condição que o Município não possui há mais de 10 anos”, explicou ele, lembrando que além de R$ 32 milhões do Ministério das Cidades, mais 30 milhões em recursos da Caixa Econômica, que estão sendo liberados para diversos projetos do Município e demais conquistas desses dez meses de administração.

 

 

Sobre o conjunto de casas populares, que será construído nas proximidades do Parque da Lagoa, o prefeito lembrou que são recursos importantes que o Município recebe, e que não necessitará dar contrapartida. “E o morador, que receberá a casa, precisará pagar apenas 10% do valor. Assim, se a casa valer R$ 80 mil, o morador pagará apenas R$ 8 mil, em parcelas suaves que não deverão ultrapassar os R$ 100,00/mês”.

 

No evento, na Cohapar, estavam presentes, além do prefeito, o vice, Mauricio Rivabem, o presidente da Câmara Municipal, Bento Vidal, vereadores e secretários.

 

 

Notícias na mesma categoria

Encontro de Veículos Antigos e Especiais movimenta Campo Largo neste domingo (26)
Inaugurada em Campo Largo a Fábrica da Grifols do Brasil
Tiro de Guerra comemora Dia da Bandeira com entrega de kit cívico
Sábado no Centro da Juventude foi “Dia de Oração e ação pela Criança”
Atividades celebram a Semana Nacional da Consciência Negra