Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Depois de mais de três anos Campo Largo volta a ter certidão do TCE

Confira!

Publicada em: 06/12/2017 às 17:10

O TCE - Tribunal de Contas do Estado do Paraná, acaba de expedir, para Campo Largo, depois de mais de três anos, uma Certidão Liberatória, que permite ao Município o recebimento de recursos públicos mediante convênios, termos de Parceria, contratos de Gestão ou instrumentos congêneres. Era o último documento que faltava para o Município receber recursos. A Certidão, expedida nesta quarta-feira (06), com validade até dia quatro de fevereiro, declara que o Município está regular, perante àquela Corte de contas públicas.

 

O prefeito Marcelo Puppi exaltou o feito, explicando que desde que assumiu, em janeiro último, uma das suas maiores preocupações foi destravar o crédito de Campo Largo, não apenas nos órgãos do Governo Federal (Receita Federal, INSS, Cadin e outros), como nos órgãos de controle do Estado, com destaque para o Tribunal de Contas. “Eram importantes, estas certidões, pois sem elas o Município não poderia receber recursos de qualquer natureza, principalmente quando havia necessidade de contrapartida. O Município não tinha acesso a Crédito”, explicou.

 

 

Uma vitória

O prefeito destacou a liberação da certidão do TCE, como a maior vitória da sua Administração, nesses primeiros 12 meses. “Toda a equipe se empenhou em economizar para saldar os débitos pendentes. É preciso destacar o trabalho da Contabilidade, que este ano fez o trabalho de quatro anos, com muito profissionalismo e competência. Pagamos, nesses primeiros 11 meses, algo em torno de R$ 50 milhões, um grande buraco no Orçamento de 2017, que não teremos mais, em 2018. Foi tudo pago, todas as situações foram solucionadas e, agora, o Município está apto a receber novos recursos e obras. Já temos garantidos mais de R$ 90 milhões, que vão ser destinados a obras e serviços, em todas as regiões do Município, e vão se transformar em ruas pavimentadas, em escolas, creches e postos de saúde melhores e mais amplos, para atender bem o cidadão campo-larguense”, disse ele.

 

“O momento é de comemorar – disse o prefeito-, porque Campo Largo nunca mais terá que devolver recursos para Brasília ou para o Estado, por estar inadimplente e não ter Certidão Liberatória, uma exigência legal”. Para ele, a partir de agora “o trabalho será mais fácil, sem preocupações”.

 

 

Certidão Liberatória do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, expedida nesta quarta-feira (06)

 

Notícias na mesma categoria

Alunos da Escola Carlos Drummond de Andrade visitam sede da Prefeitura
Blitz no Calçadão da XV de Novembro apreende mercadorias de ambulantes
Prefeitura de Campo Largo orienta vendedores ambulantes para a necessidade de regularização
Empresários da cidade são informados sobre obras e ações da Prefeitura Municipal
AVISO OBRAS E DESLIGAMENTOS PROGRAMADOS