Portal da Prefeitura de Campo Largo.

Prefeitura de Campo Largo anuncia recursos para investimentos em 2018

Confira!

Publicada em: 11/01/2018 às 15:59

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (11), o prefeito de Campo Largo, Marcelo Puppi anunciou recursos da ordem de R$ 100 milhões, a serem investidos em 2018 no Município. Ele mostrou um resumo do primeiro ano da Administração, e disse que em 2018 vai realizar muito mais, porque não tem o déficit de R$ 50 milhões no Orçamento, que encontrou quando assumiu, e tem mais de R$ 50 milhões em recursos em caixa, para investir, com a perspectiva de chegar a R$ 100 milhões.

 

O prefeito lembrou que arrumou a casa e que agora pode se dedicar mais a cuidar melhor da cidade. Lembrou que, em 2017, teve que tomar medidas duras, não por sua vontade, “mas pelas coisas erradas, vindas da administração anterior. Foram medidas obrigatórias, para que a Prefeitura não entrasse em colapso”. Disse, ainda, que agora a Prefeitura está fora do Cadin, e que está com todas as certidões, com crédito para iniciar bem o ano de 2018.

 

 

Educação

O prefeito confirmou que já licitou a aquisição de uniformes para 14 mil crianças matriculadas na Rede Municipal, sendo 10.600 nas escolas municipais e 2.400 nos Centros Municipais de Educação Infantil. Esse ano, além do kit com uma calça, uma jaqueta, uma camiseta de manga curta, e uma de manga longa, os estudantes vão receber dois pares de meia. Para as crianças dos CMEIs, o kit terá uma calça, uma jaqueta, duas camisetas de manga curta, duas com mangas longas e dois pares de meia. No meio do ano, todos os estudantes vão receber, ainda, cada um, uma japona.

 

Ainda na área de Educação, o prefeito lembra que autorizou a conclusão de todas as obras iniciadas na administração passada, com destaque para os CMEIs do Meliane e Rivabem.

 

Diser, o prefeito, que pela primeira vez, depois de muitos anos, Campo Largo tem disponíveis recursos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), no montante de R$ 12 milhões, para investir.

 

 

Saúde

Na área da Saúde, Marcelo Puppi disse que, ao assumir, havia um secretário e um diretor de unidade afastados pela Justiça. Não encontrou nenhuma unidade de Saúde em conformidade com o APSUS, e que chegou ao final do ano com quatro unidades com Selo Bronze e todas as unidades habilitadas no APSUS. Lembrou que inaugurou, no final do ano, a Unidade da Mulher e da Criança e a Farmácia de Especialidades. Lembrou, ainda, que recebeu, do Governo Federal, para a área, para investimentos em 2018, recursos da ordem de R$ 2.950,000,00. Com esses valores, vai reformar a UPA, construir a Upinha e reformar o NIS III e o Centro Médico Hospitalar, além da Unidade de Saúde de São Silvestre, Três Córregos, Jardim Rondinha, Bateias, Caratuva, Itaboa, Jardim Guarani e Vila Glória (parte antiga).

 

Anunciou, ainda, a parceria com universidades através do COAPS, para a participação de professores médicos e alunos destas universidades, nas unidades de Saúde do Município.

 

Lembrou, ainda, o prefeito, que encontrou a Unidade de Saúde do Centro, abandonada, que reformou o prédio e implantou a Farmácia de Especialidades, e lá vai implantar, ainda, a Unidade de Infectologia.

 

Marcelo disse, também, que vai implantar, em 2018, o CEO - Centro de Especialidades Odontológicas, no prédio onde funcionou o Instituto de Identificação, na rua Vereador Arlindo Chemin.

 

 

Transportes

Marcelo anunciou, para a área de Transportes, investimentos da ordem de R$ 4,6 milhões, para pavimentação em CBUQ, da Rua Angelo Zanetti, que liga a Dom Rodrigo à pista antiga da BR-277, no Itaboa. “Esses recursos – disse ele –, oriundos do Governo do Estado/Paraná Urbano, já estão nas contas da Prefeitura Municipal”.

 

Lembrou, ainda, que tem disponível, também do Paraná Urbano, recursos da ordem de R$ 980 mil, para a ligação Gorski/Três Rios, obras que serão licitadas já nesse início de ano.

 

O prefeito anunciou, também, que tem contratado com a Caixa Econômica Federal, recursos da ordem de R$ 35 milhões para obras de infraestrutura em toda a cidade, e mais R$ 11 milhões para a execução dos módulos II e III da macrodrenagem do Cambui (até o Parque Newton Puppi) e mais R$ 3 milhões, de emendas parlamentares do Estado e da União, para aquisição de máquinas e equipamentos.

 

Em 2018 ele disse que vai pavimentar as ruas do Cercadinho, inaugurar a Nova Caetano, inclusive com a nova rotatória e pavimentar as ruas próximas às unidades de Saúde e escolas do interior do Município (São Pedro, Santa Cruz, São Silvestre, Itambezinho e Colônia Campina). Disse, ainda, que tem recursos próprios, da ordem de R$ 700 mil, para investir na melhoria do trânsito da cidade.

 

Lembrou que está iniciando, através da Cocel, um grande projeto de iluminação em LED na cidade, com dois mil pontos (700 agora e mais 1.300 na segunda etapa), que resultarão numa economia de 50% no valor da Iluminação Pública da cidade.

 

Disse, também, que está iniciando, junto com a Cohapar, o maior projeto de regularização fundiária do Município, com a previsão de regularização de mais de 2.600 lotes e que vai receber o governador Beto Richa, na próxima quarta-feira (17), para anunciar esse empreendimento na cidade.

 

Lembrou que esse ano a Cohapar vai construir, no Município, 416 casas populares, com recursos já alocados para o empreendimento.

 

 

AlphaVille

O prefeito anunciou, ainda, a liberação da última certidão que faltava do IAP, para a implantação do condomínio AlphaVille. Lembrou que a empresa vai investir mais de R$ 120 milhões, com geração de mais de quatro mil empregos diretos. Disse que falta apenas a aprovação do Plano Diretor da cidade e da vontade do empreendedor em iniciar as obras.

 

 

Grifols

Sobre os investimentos privados, Marcelo disse, ainda, que espera, para esse início do ano, a liberação da ANVISA para que a espanhola Grifols, inaugurada no final de 2017, possa iniciar a produção de hemoderivados em Campo Largo. Ele comemorou a produção da vigésima milésima máquina da Caterpillar e que a unidade da empresa, em Campo Largo é considerada a de melhor tecnologia no mundo, e a melhor para se trabalhar na região Sul, com índice de acidentes próximo a zero.

 

 

O prefeito falou, ainda, das soluções da atual Administração, para agilizar a liberação de alvarás, para os empreendedores em Campo Largo. Destacou que ao assumir havia uma ação do Ministério Público, para que a Prefeitura Municipal cumprisse a lei, e que tudo foi feito para não prejudicar os empreendedores. A solução definitiva, segundo ele, será a liberação da licença provisória, para que o empresário possa iniciar a sua atividade sem problemas, com prazo para conseguir as licenças e o Alvará definitivo.

 

 

No final da entrevista, o prefeito convidou a todos os jornalistas e radialistas para, juntos, comemorarem o 147 aniversário de Emancipação Politica de Campo Largo, no próximo dia 23 de fevereiro. Disse, também, que pretende realizar, todos os meses, com os jornalistas e radialistas da cidade, uma reunião para prestar contas dos atos e ações da sua Administração.

 

Notícias na mesma categoria

Novembro Resiliente é apresentado em mais duas indústrias e escolas
"Construindo Cidades Resilientes" para jornalistas e na Caterpillar
"Construindo Cidades Resilientes" chega à Escola Carlos Drummond de Andrade
AVISO OBRAS E DESLIGAMENTOS PROGRAMADOS
Projeto Campo Largo Resiliente começa a ser debatido nas escolas e fábricas